Monthly Archives: Agosto 2013

Dica de leitura – Histórias extraordinárias

Imagem

Edgar Allan Poe (Estados Unidos, 1809-1847), é conhecido como “escritor maldito”, pois suas histórias são de mistério e horror, em cenários sombrios, têm pânico, coisas inexplicáveis e absurdas. Poe se consagrou como um dos mestres do terror e da literatura policial, e foi influência para outros escritores, como Baudelaire e Agatha Christie.

A história de vida do autor, e os acontecimentos da época influenciaram seus escritos.  Usa de sarcasmo, lógica e ironia. Em cada linha há o pessimismo e espírito macabro, que causam calafrios, mas que mostram a perfeição e a genialidade de Poe. O leitor vai sendo conduzido desde o começo, e o suspense é mantido até o desfecho de cada história.

O livro “Histórias extraordinárias”, da Editora Martin Claret (Coleção “A obra-prima de cada autor”), traz sete contos de Poe: O gato preto, Manuscrito encontrado em uma garrafa, Os crimes da Rua Morgue, A carta roubada, O poço e o pêndulo, O escaravelho de ouro, A queda da Casa de Usher.

A edição de 1987, da Editora Globo, tem treze contos: O escaravelho de ouro, O caso do sr. Waldemar, A queda da casa de Usher, O barril de Amontillado, Os crimes da rua Morgue, O demônio da perversidade, O coração denunciador, William Wilson, Ligéia, O gato preto, O mistério de Marie Rogêt, A carta roubada, O duque de L’Omelette.

Você encontra essas duas edições de “Histórias Extraordinárias” na Biblioteca Padre Elemar Scheid. Boa leitura!

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Dica de leitura – Trapo

Imagem

Manuel é um professor de Língua Portuguesa aposentado, viúvo, e que mora sozinho. Manuel tem sua rotina, e não gosta de ter que alterá-la. Porém, um dia, ele recebe uma visita inesperada. Izolda é dona de pensão, e leva para ele os escritos de um jovem pensionista que se suicidou. Manuel e Izolda não se conhecem. Ela é bastante extrovertida, enquanto ele está  irritado com a presença de uma desconhecida em sua casa, que insiste que o professor leia, avalie e publique os textos do jovem. Apesar disso, Manuel é educado, e, ao mesmo tempo em que quer se livrar dessa responsabilidade, começa a ter certa curiosidade sobre a vida do suicida.

O jovem tinha 21 anos, era conhecido como Trapo, mas seu nome era Paulo. Izolda diz a Manuel que ele era como um filho para ela, e que Trapo não gostava de sua família. Ele não havia nenhum traço suicida, e não deixou explicações. Trabalhava numa agência de publicidade, tinha muitos livros e escrevia bastante. Passava as noites fora, dormia a manhã toda. Estava apaixonado por uma moça, Rosana, que Izolda nunca havia visto. Seu melhor amigo era Hélio, rapaz feio e cartunista.

Manuel lê alguns textos de Trapo, acha-os fracos. São poemas, contos e cartas. Coisas de jovens. Acha que não vale a pena publicá-los, e nem que é a pessoa certa para ter em sua casa os textos de Trapo. O professor quer passar os textos para outra pessoa, mas não encontra ninguém. Mais interessado na vida de Trapo e seus motivos para se suicidar, do que nos textos dele, Manuel começa a agir como detetive, procurando pessoas que tiveram contato com Trapo, família e amigos. O Professor vai se envolvendo com essas pessoas, confrontando sua personalidade com a de Trapo, e pensando na possibilidade de escrever um livro sobe o jovem.

No livro “Trapo”, encontramos o desenrolar da história alternando com textos de Trapo. Há o contraste entre uma velha rotina e o mundo novo, e a revolta dos adolescentes contra o sistema na época. A história se passa em 1979, em Curitiba. O autor, Cristovão Tezza, é catarinense, mas vive em Curitiba desde a infância. Recebeu vários prêmios pelas suas obras, algumas delas foram adaptadas para o teatro.

“Trapo” faz parte do acervo da Biblioteca Padre Elemar Scheid. Boa leitura!

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Exposição – “Chaos Zen – A coroa do rei é de lata”

A Biblioteca Padre Elemar Scheid, em Jaraguá do Sul, está com mais uma exposição: “Chaos Zen – A coroa do rei é de lata”, do artista Tito. A mostra vai até o dia 06 de setembro.

Imagem

“O Dinheiro através dos Tempos” e “Transitório conflitante” são duas mostras que também estão na Biblioteca, até o dia 03 de setembro.

Prestigie as exposições!

Categories: Exposições | Deixe um comentário

Dica de Leitura – Através do Espelho

Imagem

Cecília está doente, de cama. É Natal, e ela apenas sente os cheiros, que saem da parte de baixo da casa, e chegam a seu quarto. Ela dorme bastante, participa somente do momento em que os presentes foram abertos. Cecília havia insistido que queria um novo par de esquis, patins, e um tobogã. Seus pais achavam que ela não poderia esquiar nesse inverno, então Cecília não esperava ganhar o que havia pedido. Contudo, ganhou o par de esquis dos avós, e o tobogã, que foram colocados em seu quarto assim que ela foi novamente deixada na cama.

Seus pais cuidam dela, seu irmão está sempre lhe contando tudo o que acontece, e seus avós também são bastantes presentes. Cecília ganha mais uma companhia, a do anjo Ariel. Cecília tenta lhe explicar como é ser de carne e osso, e Ariel conta coisas sobre o céu, o universo e a criação. Ela tem um caderninho, onde faz anotações sobre suas percepções a respeito de muitas coisas, e também sobre o que tem apendido com Ariel. Uma de suas anotações é: “nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos”.

Cecília está morrendo. Morrer é como atravessar o espelho. A história dela, apesar de ser uma preparação para a morte, é também uma imersão na vida.

“Através do espelho”, de Jostein Gaarder, recebeu o prêmio “Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil” (FNLIJ), e faz parte do acervo da Biblioteca Elemar Scheid. Boa leitura!

Categories: Literatura Juvenil, Recomendação | Deixe um comentário

11/08 – Dia do Estudante

Em 11 de agosto de 1827 foram instituídos os dois primeiros cursos de ciências jurídicas e sociais do Brasil, por decreto de Dom Pedro I. Antes disso, quem quisesse cursar ensino superior, teria que ir para a Europa. Em 1927, durante as comemorações do centenário da criação dos cursos no Brasil, Celso Gand Ley sugeriu o dia 11 de agosto como o Dia do Estudante. Essa data também ficou marcada como a consolidação da União Nacional dos Estudantes – UNE, em 1937.

O estudante é lembrado também no dia 17 de novembro, Dia Internacional do Estudante.

Estudar é o ato de exercitar a memória para adquirir conhecimentos e aprender. Traz realização pessoal e possibilidades de atuar mais efetivamente na sociedade. É fundamental dar valor aos estudos e se dedicar. A Biblioteca Padre Elemar Scheid parabeniza os estudantes e deseja sucesso em suas vidas acadêmicas!

Imagem

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende.” (Leonardo Da Vinci)

Categories: Datas Comemorativas | 3 comentários

Exposições – “O Dinheiro através dos Tempos” e “Transitório conflitante”

A Biblioteca Padre Elemar Scheid, em Jaraguá do Sul, está com duas exposições esse mês.

“O Dinheiro através dos Tempos” é uma mostra da coleção particular de cédulas de dinheiro e moedas antigas de Antônio Carlos Becker, funcionário da Instituição.

Imagem

“Transitório conflitante” é uma mostra do fotógrafo Fabrízio Motta, de Joinville, uma reflexão sobre a mobilidade urbana.

Imagem

Prestigie as exposições!

Categories: Exposições | Deixe um comentário

Feliz Dia dos Pais!

Pai é aquele que cuida, que ama e que protege. A Biblioteca Padre Elemar Scheid parabeniza todos os pais e deseja muitas felicidades!

ImagemNosso acervo possui vários livros sobre amor paterno e relação entre filhos e pais. Seguem algumas sugestões para filhos e pais leitores:

Imagem

Aprendi com meu pai: 54 pessoas bem-sucedidas contam a maior lição que receberam de seu pai (Luís Colombini)

“Mais do que de fatos, este é um livro de versões. Mais do que rigor ou precisão, o importante aqui são lembranças, cenas nas quais o filho se recorda do pai. É, ainda, um livro de memórias de 54 empresários, executivos, artistas, especialistas, músicos, esportistas, consultores, headhunters, jornalistas, publicitários. Todos bem-sucedidos, mas não necessariamente famosos, alguns bastante conhecidos, outros não.”

ImagemBilhete ao pai (Celso Antunes)

“Bilhete ao Pai traz conselhos de como viver a paternidade e seu novo papel. De acordo com o autor há uma tentativa por parte dos pais de encontrar um lugar na educação dos filhos que, no passado, esteve vinculada quase que exclusivamente à mãe, ao feminino. Bilhete ao pai é um relato e um retrato do novo tempo do homem que se depara com o “instinto paterno”. Seu papel, os “tipos”, a autoridade, competência, as fases da relação pai-filhos/as e os “conselhos” que os pais devem levar em conta em diversos assuntos.”

ImagemMeu pai fala cada m*rda (Justin Halpern)

“Aos 28 anos, depois de ser dispensado pela namorada, Justin Halpern volta a morar com o pai, Sam Halpern, de 73 anos. Na infância, Justin morria de medo dele, tão mal-humorado, direto e desbocado que beirava a grossura. Agora, já adulto, ele passa a admirar a mistura de franqueza e insanidade que caracteriza os comentários e a personalidade do pai, que considera ‘sábio como Sócrates e até mesmo profético’. Disposto a registrar a sabedoria contida nas tiradas de Sam, Justin cria uma página no Twitter para reunir suas frases malucas e observações ridículas. A obra traça um retrato da relação pai e filho e aborda temas da vida – medo, amigos, estudo, namoro, esporte, família.”

ImagemQuerido papai: pai, amigo e herói (Bradley Trevor Greive)

“Com sua habilidade de criar histórias com imagens de animais, Bradley Trevor Greive fala do papel que o pai desempenha na vida dos filhos, construindo uma declaração de amor para emocionar pais e avôs de todas as gerações.”

Feliz Dia dos Pais e boa leitura!

Categories: Datas Comemorativas, Recomendação | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: