Monthly Archives: Junho 2015

Leituras para as férias

2015.07.02 - Leitura para as férias 2

Hoje a Biblioteca Padre Elemar Scheid apresenta a segunda lista de sugestões para as férias! Boas leituras!


01 Grande Hotel
Grande hotel (Vicki Baum) – Ficção

“Conta as histórias entrelaçadas de várias personagens que transitam por um hotel de Berlim. Baseado em história real de escândalo envolvendo uma estenógrafa e um magnata industrial, bem como na experiência da autora como camareira em dois conhecidos hotéis berlinenses. Participam do enredo uma bailarina russa em decadência (Grussinskaia), um barão inescrupuloso que tenta enganá-la (Von Gaigern) e um empregado de escritório (Kringelein) que, sabendo estar próxima a sua morte, decide viver com fausto seus últimos dias.”

02 Maya

Maya (Jostein Gaarder) – Ficção

“Maya – Como em seus livros anteriores – entre eles o best-seller internacional ‘O mundo de Sofia’ – em ‘Maya’ Jostein Gaarder parte de uma estrutura ficcional muito bem arquitetada para armar um mundo de reflexões e curiosidades sobre diferentes campos do conhecimento humano. Na obra, o autor convoca o leitor para uma viagem pelos origens do Universo e da vida, numa narrativa que, através da compreensão da evolução das espécies, busca respostas para uma de nossas perguntas eternas – ‘Quem sou eu?’”

03 Bagagem

Bagagem (Adélia Prado) – Poesia

“Apesar de escrever sonetos desde os 14 anos, Adélia Prado só publicou seu primeiro livro – ´Bagagem´ – em 1976, aos 40 anos e já mãe de cinco filhos. O motivo está na autocrítica que ela faz da sua obra: ´Tudo que escrevi até ´Bagagem´ não têm nenhum valor literário. São coisas que têm importância, para mim, afetiva, de um bom tempo da minha vida.´ Lido e recebido com empolgação por Carlos Drummond de Andrade – que indicou a publicação do livro – ´Bagagem´ foi escrito num entusiasmo de fundação e descoberta. Emoções que, para a autora, são inseparáveis da criação, ainda que nascidas, muitas vezes, do sofrimento. Os poemas também mostram sua profunda religiosidade, que pode nascer do impacto da leitura de um texto sagrado, de um olhar amorosos sobre um personagem ou da observação das coisas simples da natureza.”

04 O código das águas

O código das águas (Lindolf Bell) – Poesia

“Em ‘O Código das Águas’ afirma-se a trajetória desempenhada pelo poeta enquanto peregrino em busca da poesia ideal. A palavra, aí, é o instrumento capaz de apreender a essência do universo criado. O código das águas reelabora o ideário estético de Lindolf Bell, que tem a ver unicamente com o fluir irredutível, ininterrupto e inclassificável de sua poesia – águas – insubmissa a códigos, exceto o das águas, cuja, codificação nega a si mesmo, exigindo-se a mutabilidade, o dinamismo constante.”

05 Os melhores contos de Mário de Andrade

Os melhores contos de Mário de Andrade (Mário de Andrade) – Contos

“’O que multiplica a presença dos contos de Mário de Andrade em antologias e panoramas, no Brasil e no exterior, é, por certo, a forte pulsação de humanidades que deles se destaca, ultrapassando diretivas estéticas […]. O humilde, o periférico, as vidas fora do brilho da metrópole, minguadas e medíocres, o operário, a mulher, o imigrante, o paria – despontam na ficção do modernista […]. Seus contos dilatam o alcance do cronista-jornalista, levando-o para as águas da fabulação, onde se transforma em narrador e personagem’ Telê Ancora Lopez”

06 A tapas e pontapés

A tapas e pontapés (Diogo Mainardi) – Crônicas

“’A Tapas e Pontapés’ é uma reunião de algumas das colunas escritas por Diogo Mainard para a revista “Veja”. Na obra, o especialista em polêmicas instantâneas fala, entre outras coisas, sobre sua trajetória pessoal.”

07 O castelo de vidro

O castelo de vidro: memórias de uma família que aprendeu a criar finais felizes (Jeannette Walls) – Biografia

“’Filha, a gente não tem dinheiro para o presente, mas escolhe uma estrela no céu, e fica com ela pra toda a vida.’ Todo mundo pode dar uma segunda chance à vida. Em suas memórias, a jornalista e escritora Jeannette Walls nos mostra, sem pieguices e respostas fáceis, que tudo na vida é mesmo relativo, que as adversidades podem ser vividas com leveza, somando aprendizado e grandeza às nossas biografias.”

08 Miguel Abuhab

Miguel Abuhab: um Homem que não pára! (Francisco Britto e Luiz Wever) – Biografia

“O livro mostra a biografia de Miguel Abuhab e aborda a sua trajetória como empreendedor e grande homem de negócio estando à frente de empresas como Datasul e NeoGrid. Esse homem tem negócios nas veias, mas na maturidade conseguiu enxergar que há na vida outras emoções que não devem ser desperdiçadas, e ele não o faz. A leitura do livro é indicada para empreendedores, estudantes de engenharia, administração, marketing, profissionais de tecnologia e até público em geral.”

09 Dez leis para ser feliz

Dez leis para ser feliz: ferramentas para se apaixonar pela vida (Augusto Cury) – Auto-ajuda

“Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, perdas e frustrações. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. Este livro, do psiquiatra e escritor Augusto Cury, traz uma grande lição para todos nós. Suas ´Dez Leis para Ser Feliz´ são ferramentas essenciais para quem quer encontrar esperança na dor, fora no medo e amor nos desencontros. Ser feliz é uma conquista e não uma obra do acaso…”

10 Estilo de vida vencedor

Estilo de vida vencedor: alcance sucesso e bem-estar com saúde, relacionamento, entusiasmo (Samuel Zukowski) – Auto-ajuda

“A leitura deste livro é um convite para uma jornada de sucesso. Incentiva o desenvolvimento de um estilo de vida vencedor. Com o triângulo do sucesso permanente: Bom Relacionamento, saúde e entusiasmo, o autor procura canalizar a fantástica cachoeira de energia que existe no universo interior de cada pessoa, para produzir luzes de vitória. A mensagem aqui contida não se propõe formar meteoritos brilhantes, todavia efêmeros; mas, estrelas perenes de primeira grandeza.”

Anúncios
Categories: Leituras para as férias, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

Pequenas Porções de Leitura 2015 22

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Leituras para as férias

2015.06.25 - Leitura de férias

Que tal aproveitar as férias para descansar, tomar um chá ou café, e ler? A Biblioteca Padre Elemar Scheid preparou algumas sugestões, de variados gêneros para você curtir as férias lendo! Hoje, e nas próximas duas quintas-feiras, confira aqui no Blog as nossas dicas…  Boas leituras!

01 As brumas de avalon

Coleção As Brumas de Avalon (Marion Zimmer Bradley) – Ficção

“A Senhora da Magia, A Grande Rainha, O Gamo-Rei e O Prisioneiro da Árvore são os quatro volumes que compõem As Brumas de Avalon – a grande obra de Marion Zimmer Bradley -, que reconta a lenda do rei Artur através da perspectiva de suas heroínas. As Brumas de Avalon evoca uma Bretanha que é ao mesmo temo real e lendária – desde as suas desesperadas guerras pela sobrevivência contra a invasão saxônica até as tragédias que acompanham Artur até a sua morte e o fim da influência mítica por ele representada. Igraine, Viviane, Guinever e Morgana revelam através da história de suas vidas e sentimentos a lenda do rei Artur, como se ela fosse nova e original.”

02 Um estudo em vermelho

Um estudo em vermelho (Arthur Conan Doyle) – Ficção

“’Um estudo em vermelho’ propõe um enigma terrível e invencível para a polícia, que pede auxílio a Holmes – um homem é encontrado morto, sem ferimentos e cercado de manchas de sangue. Em seu rosto uma expressão de pavor. Um caso para Sherlock Holmes e suas fascinantes deduções narrado por seu amigo Dr. Watson, interlocutor sempre atento e não raro maravilhado com a inteligência e talento do detetive.”

03 Lucíola

Lucíola (José de Alencar) – Ficção

“’Lucíola’ é uma história de amor narrada por um dos seus personagens principais, Paulo Silva, que em cartas dirigidas à senhora G.M. (pseudônimo de José de Alencar) traça o perfil de sua amada, Maria da Glória. Ela é uma rica cortesã do Rio de Janeiro do século XIX que assume o nome de Lúcia. Este é o quinto romance de José Alencar e o primeiro dos três que chamou de “perfis de mulheres” (junto com Diva e Senhora). Publicada em 1862, a obra retrata um Rio de Janeiro aburguesado e tradicional, como pano de fundo para um amor idealizado.”

04 Broquéis Faróis

Broquéis; Faróis (Cruz e Souza) – Poesia

“Neste volume são reunidos Broquéis (1893), livro que deu início concreto ao simbolismo no Brasil, e Faróis (1900), onde o autor abandonou o esteticismo para cultivar um confissionismo revoltado. Conhecido como ´poeta negro´, Cruz e Souza viveu seus últimos anos em infortúnios e misérias; sua trajetória humana e poética foi marcada por densa angústia.”

05 Ser como o rio que flui

Ser como o rio que flui (Paulo Coelho) – Contos

“O livro reúne pensamentos e histórias que Paulo Coelho escreveu ao longo de dez anos. Relatos sobre vida e morte, destino e escolha, amores perdidos e reencontrados. Às vezes engraçadas, às vezes sérias, as narrativas revelam paixão e alegria de viver e ver o mundo. Em uma das histórias, exemplar, a avó usa um lápis para explicar ao neto as qualidades do homem e a responsabilidade de viver deixando suas marcas por onde passa.

Ao captar nos detalhes do dia a dia valores fundamentais para uma existência mais harmônica e feliz, Paulo Coelho traz para a vida cotidiana o olhar filosófico que o consagrou em obras como ‘O Alquimista’ e ‘O Vencedor está só’.”

06 Delírio real de um amor imaginário

Delírio real de um amor imaginário (João Luís Chiodini) – Contos

“Se algumas vezes nos visitamos em nossos sonhos, para Arthur Rebello (personagem principal desta narrativa) isto é um fato corriqueiro. O que ele tem a confidenciar? Como em sonhos, alguns de olhos abertos, acordados por dentro, nosso coração anseia sempre ir mais longe e antes do acontecimento, já sabe das notícias.”

07 Labirinto de nomes

Labirinto de nomes (Elyandria Silva) – Crônicas

“Estes textos são convencional­mente chamados de crônicas, mas poderiam ser chamados de “olhar atento”, capaz de ver a luta de uma moça e sua bota, ou de “listas”, para exemplificar “as lis­tas nossas de cada dia”. E assim, a cada crônica um outro nome se estabelece formando este labirin­to onde se sobressai uma parado­xal escrita doce-amarga. É justamente este parado­xo de que é feita a escritura de Elyandria o que mais chama a atenção. Há uma delicadeza presentificada nas frases, nos te­mas, no estilo; no entanto, de maneira adjacente, há também uma amargura que só faz bem ao texto.”

08 Em outras palavras

Em outras palavras (Lya Luft) – Crônicas

“Com ‘Em outras palavras’, Lya conduz o leitor, mais uma vez, a refletir sobre o cotidiano, a política, a vida e o amadurecimento. Aqui, estão reunidas as melhores crônicas da autora, publicadas desde 2004. Mas os 54 textos selecionados pela autora aparecem com algumas alterações. “Faz parte de meus vícios, burilar meus textos enquanto for possível: pelo prazer, e pelo respeito a mim mesma e ao meu leitor – não importa se é em romance ou ensaio, poema ou crônica.”

09 Carmen

Carmen (Ruy Castro) – Biografia

“‘Carmen’, de Ruy Castro, é a biografia da brasileira mais famosa do século XX. Ano a ano, o autor acompanha a vida de Carmen – do nascimento da menina Maria do Carmo, numa aldeia em Portugal (e a vinda ao Rio de Janeiro, em 1909, com dez meses de idade), à consagração brasileira e internacional de Carmen Miranda e sua morte em Beverly Hills, aos 46 anos, vítima da carreira meteórica e dos muitos soníferos e estimulantes que massacraram seu organismo em pouco tempo. Mas ‘Carmen’ não é apenas uma biografia. Enquanto entrelaça a intimidade e a vida pública da maior estrela do Brasil, Ruy Castro nos leva a um passeio pelo Rio dos anos 20 e 30, e por Nova York e Hollywood dos anos 40 e 50 – cenários em que é especialista. Além disso, o autor resgata a história da música popular brasileira, da praia, do Carnaval, da juventude do passado, da Rádio Mayrink Veiga, do Cassino da Urca, da Broadway, dos gângsteres que dominavam os nightclubs americanos e dos bastidores dos estúdios de cinema – numa época em que para estrelas como Carmen, as noites não tinham fim.”

10 Canja de galinha para a alma

Canja de galinha para a alma (Jack Canfield e Mark Victor Hansen) – Auto-ajuda

“O livro apresenta 89 histórias que reúnem mensagens carregadas de simbolismo espiritual que convidam à reflexão. Mais do que um manual de auto-ajuda, ‘Canja de galinha para a alma’ é leitura que nos faz perceber coisas que estão ao nosso redor, mas que esquecemos de vivê-las.”

Categories: Leituras para as férias, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

Pequenas Porções de Leitura 2015 21

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dica de leitura – Todos os sonetos

todosossonetos

Augusto dos Anjos é um “poeta maldito”. Brasileiro, viveu apenas 30 anos, e obteve reconhecimento somente após sua morte. Viveu na época do parnasianismo e simbolismo, mas é considerado por muitos como pré-modernista.

Seus poemas fugiam dos padrões da época, tornando Augusto dos Anjos um dos poetas brasileiros mais originais. Sua obra é marcada por termos científicos, solidão, pessimismo, e obsessão pela morte – decomposição do corpo, cadáveres, vermes. Seu vocabulário é grotesco, sua linguagem é elaborada, mas também é popular. Confira um dos poemas mais conhecidos do autor:

Versos íntimos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável

Enterro de tua última quimera.

Somente a Ingratidão – esta pantera –

Foi tua companheira inseparável!

 

Acostuma-te à lama que te espera!

O Homem, que, nesta terra miserável,

Mora entre feras, sente inevitável

Necessidade de também ser fera.

 

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!

O beijo, amigo, é a véspera do escarro,

A mão que afaga é a mesma que apedreja.

 

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,

Apedreja essa mão vil que te afaga,

Escarra nessa boca que te beija!

 

“Todos os sonetos” faz parte do acervo da Biblioteca Padre Elemar Scheid. Boa leitura!

Categories: Literatura, Poesia, Recomendação | Deixe um comentário

Exposição: Estampados – Ilustração Digital para Moda

A Biblioteca Padre Elemar Scheid, em Jaraguá do Sul, está com a mostra de trabalhos dos acadêmicos da 5ª fase do curso de Moda. “Estampados – Ilustração Digital para Moda” pode ser visitada até o dia 30 de junho.

convite exposição

exposição

Prestigie a exposição!

Categories: Exposições | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

Pequenas Porções de Leitura 2015 20

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Feira do Livro de Jaraguá do Sul

Iniciou ontem, dia 11, a 9ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul, e vai até o dia 21/06. O evento acontece no Centro Cultural de Jaraguá do Sul/Scar, e está aberto de segunda a sexta das 09h às 21h, nos sábados das 09h às 19h, e nos domingos das 10h às 18h.

Para maiores informações acesse o site da Feira clicando aqui!

feira-de-jaragua-279x173

Categories: Eventos | Deixe um comentário

12/06 – Dia dos Namorados

2015.06.11 - Dia dos namorados

O amor está no ar! Para comemorar a data, a Biblioteca Padre Elemar Scheid sugere alguns livros do acervo. Boas leituras!

001

O amor de mau humor : uma antologia de frases venenosas sobre a relação homem-mulher  

“Organizada por Ruy Castro, O amor de mau humor é uma hilariante antologia sobre a relação homem-mulher. De um lado, Bette Davis, Collete, Simone de Beauvoir, Leila Diniz, Zsa Zsa Gabor, Dercy Gonçalves, Fran Lebowitz, Ângela Ro-Rô, Mae West, Virginia Woolf e muitas mais. Do outro, Woody Allen, Chico Buarque, W. C. Fields, Ernest Hemingway, Antonio Maria, Vinicius de Moraes, Tim Maia, Nelson Rodrigues, o Marquês de Sade etc. etc. Cuidado: todos eles têm a caneta cheia de veneno.”

002

Um porto seguro (Nicholas Sparks)

“Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades relutantes: uma com Alex, o viúvo, com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, a outra com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família.”

003

Risíveis amores (Milan Kundera)

“Nos sete contos de Risíveis amores, Milan Kundera retira do amor e do sexo a seriedade que normalmente costuma recobri-los. As situações se desenvolvem a partir de um mal-entendido, de um jogo com o outro. A mentira – ou a a arte de iludir e ser iludido – está sempre em foco. Mas o engano, que se inicia como brincadeira, revela depois como o auto-engano governa todos os aspectos da vida. Assim, dois namorados fingem que não se conhecem e aos poucos percebem como são, de fato, dois estranhos. Em outro conto, um homem muito hábil mente e brinca com as pessoas, mas elas são tão crédulas que ele perde o controle da situação.

Não são apenas histórias de amor que fazem rir. São, também, histórias sobre tentativas de repor alguma verdade na experiência amorosa.”

004

Paixão emagrece, amor engorda: crônicas, receitas e reflexões (Sonia Hirsch)

“Numa mistura bem dosada de filosofia e culinária, Paixão Emagrece, Amor Engorda reúne 30 crônicas de Sonia Hirsch com pensamentos sobre a vida, o amor, a saúde e, principalmente, sobre a influência que os alimentos têm em nossa alegria e nosso bem-estar. Adepta de uma cozinha simples e criativa, Sonia apresenta dicas para quem deseja conquistar uma boa forma física e mental. O livro é dedicado aos preguiçosos que não querem perder muito tempo na frente do fogão, mas não abrem mão de uma refeição nutritiva, saborosa e – por que não? – sofisticada. O ingrediente principal deste livro é o estilo descontraído, em tom de conversa, como se a autora estivesse batendo papo com o leitor na cozinha enquanto prepara o jantar. Ela reflete sobre temas importantes e apresenta tudo o que aprendeu nas áreas de saúde e nutrição.”

Categories: Datas Comemorativas, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

Pequenas Porções de Leitura 2015 19

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: