Daily Archives: 3 de Março de 2016

Dica de leitura – O diário de Anne Frank

diário

“12 de junho de 1942

Espero poder contar tudo a você, como nunca pude contar a ninguém, e espero que você seja uma grande fonte de conforto e ajuda.”

Anne Frank nasceu na Alemanha. No entanto, aos quatro anos, com a chegada de Hitler ao poder, mudou-se com a família para a Holanda. No seu aniversário de 13 anos, ganhou um diário, e começou a escrever sobre seu dia-a-dia, sua escola e amizades. Pouco tempo depois, a irmã dela recebeu uma notificação da SS.

A família já estava se preparando para se esconder, quando fosse necessário. No dia 9 de julho, foram para o prédio do escritório do pai da menina, ficando em uma parte não utilizada, que chamavam de Anexo Secreto. Além de Anne, seu pai, sua mãe, e sua irmã, mais três pessoas se juntaram ao grupo: Sr. e Sra. Van Dan, e seu filho. Mais tarde, juntou-se o dentista Dussel.

Os funcionários do armazém não tinham conhecimento daquela “família”, por isso, havia horário para tudo, e muitos cuidados a serem tomados. Ninguém poderia saber da existência deles. Somente o pessoal do escritório sabia, e os ajudavam. Traziam notícias, e coisas compradas no mercado negro, com cupons de racionamento. A cada aniversário, ou datas comemorativas, havia presentes.

Durante pouco mais de dois anos, os oito conviveram juntos. Havia momentos de tranquilidade, outros de brigas. E havia quase sempre aquela tensão, medo de serem descobertos. Anne retratou os acontecimentos em seu diário. Era ainda uma garota, mas percebe-se que nesse tempo, ela aprendeu muito e cresceu. A última data do diário foi 1º de agosto de 1944. Três dias depois, a SS chegou lá e os levou. Depois que tudo acabou, o único do Anexo Secreto que sobreviveu foi o pai de Anne, Otto Frank, e ele dedicou-se a divulgar a mensagem do diário.

“O Diário de Anne Frank” faz parte do acervo da Biblioteca Católica SC. Boa leitura!

Para os que já leram o livro e querem saber mais sobre a história, ou os que desejam ter uma visão mais adulta da mesma, na Biblioteca Padre Elemar Scheid há o livro “Anne Frank: o outro lado do diário.” Foi escrito por Miep Gies, uma das funcionárias do escritório. Ela conta sobre os acontecimentos, e como ela e seu marido ajudaram não só os do Anexo Secreto, mas também outras pessoas. Boa leitura!

anne-frank o outro lado do diário

Anúncios
Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: