Monthly Archives: Março 2017

Dica de leitura – Seja feliz

seja feliz

Se você está se sentindo desanimado, ou um pouco cansado, leia “Seja feliz”, de Monica Sheehan. De leitura rápida, com pequenas frases e simples ilustrações, a autora dá dicas que ajudam a levantar o seu astral, e nos mostra que há motivos para agradecer, amar aos outros e a si, e a se animar. São pequenas coisas das quais nos esquecemos no dia-a-dia, mas que ao mudar as atitudes, podem trazer um pouco de felicidade na nossa vida: mime-se, ajude os outros, ouça música, fique em contato com a natureza, dê um jeito de manter contato com os amigos…

“Seja feliz” faz parte do acervo da Biblioteca Joinville. Boa leitura!

Anúncios
Categories: Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

022 Pequenas Porções de Leitura 2017 08

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dia Mundial da Poesia

Dia 21 de março foi o Dia Mundial da Poesia. Confira nossas sugestões e boas leituras!

001 vm

Antologia poética (Vinícius de Moraes)

“Esta antologia é mostra da habilidade poética de Vinicius de Moraes, que soube, entre outras coisas, atualizar o erudito e conceder tratamento culto a temas populares. É um mestre no manejo inteligente e inventivo dos metros e das formas do poema.”

002 pn

Últimos poemas: (o mar e os sinos) (Pablo Neruda)

“Intimamente o poeta conversa com o mar e suas diferentes formas. O sino ainda quer tocar. O peso dos anos e a doença aproximam-no da melancolia. A morte transparece e está presente. Mas Neruda reafirma a fé na palavra, sua ferramenta, memória, esperança. Este livro, o último escrito pelo poeta, foi concluído em seu leito de morte, em setembro de 1973.”

003 fe

A mensageira das violetas: antologias (Florbela Espanca)

“Florbela Espanca, a maior poeta portuguesa, e uma das maiores vozes femininas da poesia mundial, mostra sua intensidade em seus famosos lamentos. Florbela deixa o leitor empolgado com cada final de seus sonetos, altamente intensos, ritmados , simples, e coma exposição máxima e única característica da poeta. Em “A mensageira das violetas”, o leitor depara-se com uma poeta melancólica, que deposita todo seu ar na poesia, e que questiona seus versos, e até mesmo o seu amor, diante do desprezo o amado.”

004 lb

O código das águas (Lindolf Bell)

“Esse código misterioso se manifesta de muitas formas, como naquele rio chamado amor, ‘despojado de intransigências,/ preconceitos,/ perplexo no eterno desejo’, que flui dentro do poeta ‘com sabor de paciência/ e extraordinário sabor de nada’. Está por trás também de sua inquietação: ‘Que faço neste tempo/ entre terra e céu de ironia?’”

 

Quer saber mais sobre essa data e ver outras dicas de leitura? Clique aqui.

Categories: Datas Comemorativas, Poesia, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

020 Pequenas Porções de Leitura 2017 07

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dica de Leitura – Eu sou o livreiro de Cabul

Eu-Sou-o-Livreiro-de-Cabul

O personagem Sultan Kahn, do livro “O livreiro de Cabul”, foi inspirado em Shah Muhammad Rais. Irritado, e preocupado com a repercussão – na sua vida e na de outros – da história que a jornalista Asne Seierstad contou, Shan escreveu “Eu sou o livreiro de Cabul”, em que conta o seu lado da história.

O livreiro utiliza diálogos imaginados com trolls – personagens da mitologia norueguesa – para defender ele mesmo e sua família, e revelar a situação de seu país do ponto de vista de um afegão. Ele explicou porque alguns membros da família não tiveram acesso ao estudo; que não havia mais parques floridos onde as crianças e as mulheres pudessem ir; que as bibliotecas de Cabul foram destruídas e os livros infantis foram queimados pelo Talibã; que não havia mais nada para ver nos museus, pois foi tudo destruído ou saqueado; e que havia muito mais destruição por causa dos trinta anos de guerra, e as pessoas ainda corriam risco ao pisar em alguma mina.

Shah lembrou ainda que ele também é vítima da guerra. Que as mulheres ainda sofrem as consequências da mesma, e suas vidas diferem muito da vida das ocidentais. O livreiro disse ainda que os membros da família e que algumas questões culturais são diferentes da forma como foram retratados naquele livro.

“Eu sou o livreiro de Cabul” faz parte do acervo a Biblioteca Joinville. Boa leitura!

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

018 Pequenas Porções de Leitura 2017 06

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dia do Bibliotecário

Parabenizamos a todos os bibliotecários, especialmente a Hadra M. Kuester,

responsável pela Biblioteca Católica SC!

dia do biblioteca

Quer saber mais sobre essa data e sobre a profissão? Clique aqui!

Categories: Datas Comemorativas | Deixe um comentário

08/03 – Dia Internacional da Mulher

Hoje é o Dia Internacional da Mulher, e a Biblioteca Católica SC traz como dicas algumas das grandes escritoras de literatura. Boa leitura!

001 clarice

Clarice Lispector

Foi uma escritora e jornalista nascida na Ucrânia e naturalizada brasileira, autora de romances, contos e ensaios, sendo considerada uma das escritoras brasileiras mais importantes do século XX. Sua obra está repleta de cenas cotidianas simples e tramas psicológicas, sendo considerada uma de suas principais características a epifania de personagens comuns em momentos do cotidiano.

002 anne rice

Anne Rice

É conhecida como escritora de um estilo que flutua entre a literatura fantástica, a literatura de terror e romances. Nascida em 4 de outubro de 1941, em Nova Orleans, nos Estados Unidos, Anne é conhecida pela série sobre vampiros chamada Crônicas Vampirescas. Desta série, nasceu Entrevista com Vampiro.

003 Cecília Meireles

Cecília Meireles

Cecília Meireles foi a primeira grande escritora da literatura brasileira. A reflexão filosófica e existencial foram os temas predominantes de sua vasta obra literária.

004 MaryShelley

Mary Shelley

Esposa do poeta inglês Percy B. Shelley, escreveu Frankenstein para participar de um concurso de histórias de terror realizado na intimidade do castelo de Lord Byron. Mesmo competindo com grandes gênios da literatura universal, acabou redigindo esta que é uma das mais impressionantes histórias de horror de todos os tempos. A história do dr. Victor Frankenstein e da monstruosa criatura por ele concebida vem fascinando gerações desde que foi publicada há mais de cem anos.

005 Nora roberts

Nora Roberts

É uma escritora norte-americana de mais de 200 best-sellers românticos. Autora de destaque e a primeira a ser escolhida para a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, Nora Roberts é considerada uma pintora de palavras que a cada pincelada, dá vida a personagens cheios de energia e vigor.

006 simone de beauvoir

Simone de Beauvoir

Simone Lucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir, mais conhecida como Simone de Beauvoir, foi uma escritora, intelectual, filósofa existencialista, ativista política, feminista e teórica social francesa. Embora não se considerasse uma filósofa, De Beauvoir teve uma influência significativa tanto no existencialismo feminista quanto na teoria feminista.

007 toni morrison

Toni Morrison

Formada em letras pela Howard University, estreou como romancista em 1970, com O olho mais azul. Em 1975, foi indicada para o National Book Award com Sula (1973), e dois anos depois venceu o National Book Critics Circle com Song of Salomon (1975). Amada lhe valeu o prêmio Pulitzer. Foi a primeira escritora negra a receber o prêmio Nobel de literatura, em 1993.

008 lygia fagundes telles

Lygia Fagundes Telles

Romancista e contista, é a grande representante do movimento pós-modernismo no Brasil. É membro da Academia Paulista de Letras, da Academia Brasileira de Letras e da Academia de Ciências de Lisboa. O estilo de Lygia Fagundes Telles é caracterizado por representar o universo urbano e por explorar de forma intimista a psicologia feminina.

 

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

pequenas-porcoes-de-leitura-2017-5

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Exposição – “Água doce”

A Biblioteca Padre Elemar Scheid, está com a mostra “Água doce”, da artista blumenausense  Cema Raizer. Os trabalhos apresentados na exposição foram desenvolvidos a partir da meditação a respeito da importância da água em nossas vidas. A exposição vai até o dia 30/03. Prestigie!

convite-1

exposicao-cema

Categories: Exposições | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: