Monthly Archives: Junho 2017

Dica de autores – Stephen King

stephen king

Stephen Edwin King nasceu em 21 de setembro de 1947, em Portland, no Maine, nos Estados Unidos. Depois da separação de seus pais, Stephen e seu irmão foram criados pela mãe. Ele frequentou uma escola de gramática, formando-se em 1966. A partir do segundo ano na Universidade de Maine, King começou a escrever uma coluna semanal no jornal do campus. Também foi ativo na política estudantil. Graduou-se em 1970, qualificado para lecionar no Ensino Médio.

Ainda na universidade, Stephen conheceu Tabitha Spruce, e os dois casaram-se em 1971. Ele escrevia histórias curtas para revistas masculinas, e começou a lecionar no mesmo ano. Seu primeiro romance foi “Carrie”, mas o autor o achou ruim e jogou no lixo. Tabitha resgatou o esboço, e incentivou King a continuar escrevendo. Depois de pronto, ele conseguiu vender o manuscrito, e o livro foi publicado em 1974.

No ano de 1973, King e a esposa mudaram-se para o sul do Maine, pois a mãe dele estava com a saúde debilitada. Nesse ano, Stephen escreveu “A hora do vampiro”, que foi publicado em 1975. Mudaram-se para o Colorado, e lá surgiu “O iluminado”. De volta ao Maine, surgiram outros livros. Stephen e Tabitha tiveram três filhos: Naomi Rachel, Joe Hill, e Owen Phillip.

Stephen King também trabalhou como roteirista. Escreveu livros sob pseudônimos, e é um dos autores de maior sucesso no mundo, sendo chamado de “rei do terror”. Seus livros foram publicados em mais de quarenta idiomas, e receberam diversas adaptações. A Biblioteca Católica SC tem, em seu acervo, livros de Stephen King. Boa leitura!

livros sk

livros sk torre

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

057 Pequenas Porções de Leitura 2017 21

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dica de leitura – Extraordinário

untitled

August Pullman é um garoto comum, com apenas uma diferença: seu rosto não é como o dos outros garotos. Ele nasceu com uma síndrome genética rara, que o deixou com uma deformidade facial. Aos dez anos, já passou por vinte e sete cirurgias.  Tudo isso fez com que o menino nunca fosse à escola, a mãe dele era sua professora em casa.

No ano em que Via, a irmã de August foi para o ensino médio, ele foi matriculado no quinto ano em uma escola. Apesar de ele não querer ir, sua família o incentivou, e ele foi aprovado no teste da escola. Auggie foi à escola no período das férias, para conhecer espaço, o diretor, e três colegas que estudarão com ele.

O garoto sabia que chamava a atenção na rua, e fazia de conta que não se importava com os olhares, cochichos, e até gritinhos de surpresa que as pessoas faziam. E sabia que na escola não seria muito diferente. Infelizmente as pessoas tinham medo de se aproximar dele, e não seria nada fácil para August mostrar para seus colegas de que, apesar de seu rosto, ele é um menino normal.

O livro é narrado principalmente do ponto de vista de August, mas também da perspectiva de amigos e familiares. Tem capítulos curtos, repletos de momentos ora fortes e tocantes, ora descontraídos. A história está sendo adaptada para o cinema, com estreia prevista para novembro desse ano.  “Extraordinário” faz parte do acervo da Biblioteca Joinville. Boa leitura!

Categories: Literatura, Livros/Filmes, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

055 Pequenas Porções de Leitura 2017 20

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dica de leitura – Ah, se eu soubesse…

876651

Pessoas que trabalham em diversas áreas responderam à pergunta “O que você sabe hoje que gostaria de ter sabido 25 anos atrás?”. Richard Edler compilou as respostas no livro “Ah, se eu soubesse…: o que pessoas bem-sucedidas gostariam de ter sabido 25 anos atrás”. São reflexões que pretendem ajudar a quem deseja alcançar o sucesso, afinal, pode-se aprender com as experiências dos outros também. Algumas das frases e dos textos são acompanhados por pensamentos e comentários do autor do livro.

Confira algumas das dicas:

“Trabalhar duro é muito importante, mas lembre-se de sentir o aroma das flores durante o dia. Sonhe, cantarole e mantenha sempre um senso de humor. E use gravata borboleta. É mais fácil abaixar para sentir o aroma das flores.” Morgan Chu – sócio e membro do Comitê Executivo, Irell & Manella

“Você é 100 por cento responsável pela sua própria felicidade. Os outros não são responsáveis por ela. Os seus pais não o são. A sua esposa também não o é. Você está sozinho. Então, se você não está feliz, só você pode mudar alguma coisa. Este ‘conserto’ não depende de ninguém mais.” Dr. Gerald D. Bell – professor, Kenan – Flagler Graduate School Of Business University of North Carolina77

“Sucesso é acordar de manhã – não importa quem você seja, onde você esteja, se é velho ou se é jovem – e sair da cama porque existem coisas importantes que você adora fazer, nas quais você acredita, e em que você é bom. Algo que é maior que você, que você quase não aguenta esperar para fazer hoje. ” Whit Hobbs – jornalista

Categories: Recomendação | Deixe um comentário

Exposição: A natureza transformada em arte

A Biblioteca Padre Elemar Scheid está com a mostra de trabalhos dos alunos do 1ª ao 4ª ano do Centro Educacional Canguru.  Com a orientação da professora Joana OM, a proposta do trabalho foi fazer as crianças entrarem em contato com a natureza, a apreciando, e registrando uma imagem de acordo com seu gosto pessoal.  “A natureza transformada em arte” pode ser visitada até o dia 23 de junho. Prestigie a exposição!

Convite exposição

imagens

Categories: Exposições | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

051 Pequenas Porções de Leitura 2017 19

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

12/06 – Dia dos namorados

livros-dia-namorados-ideias-top10

O amor está no ar! Para comemorar a data, a Biblioteca Católica SC sugere alguns livros. Boa leitura!

001

Nosso louco amor: apesar de todos os defeitos, lado a lado (Jo Lamble, Sue Morris)

“Nada supera a sensação totalmente avassaladora de se apaixonar. Nos primeiros dias de um novo romance, tudo o que você consegue fazer é pensar na outra pessoa. Quando você se apaixona, sente como se o mundo girasse apenas em torno de você e da pessoa ama da. É como se tivessem sido capturados em uma bolha, flutuando sem rumo, pelo espaço. Quando não se sentir mais na fase da bolha, você terá chegado a um momento importante de seu relacionamento. Chegou-se a uma encruzilhada, o que não é coisa ruim. Não l amente a perda da bolha, ao contrário, aceite a mudança e encare o desafio de levar seu relacionamento a um nível mais alto. Você vai entrar em uma fase madura, com amor, intimidade e compromisso que precisam sobreviver aos altos e baixos e, claro, à rot ina. “Nosso Louco Amor” propõe-se a orientar casais em vários estágios de relacionamento. Um texto agradável e objetivo, que traz ideias e práticas inovadoras para unir, ainda mais, pessoas que querem amar intensamente.”

002

Porque Amamos: a natureza e a química do amor romântico (Helen Fischer)

“Com pesquisas fundamentadas em imagens do cérebro e experiências de terapia gênica, a antropóloga americana mostra que a paixão é fruto de dependência química. O amor romântico é caracterizado por descargas de dopamina, que viciam como cocaína ou chocolate. A humanidade teria desenvolvido mecanismos com o objetivo de unir homem e mulher, garantindo a reprodução da espécie.”

003

À primeira vista (Nicholas Sparks)

“Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se mudaria de Nova York, não apaixonaria novamente e nunca teria filhos. Mas agora ele está prestes a se casar com Lexie Darnell e aguarda a chegada da primeira filha, enquanto conduz a reforma de sua nova casa na pequena cidade de Bonne Creek, na Carolina do Norte. Em meio a tantas mudanças, Jeremy luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos. Quando tudo parece estar entrando nos eixos, Jeremy recebe um misterioso e-mail que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão. Atormentado pela idéia de estar sendo traído, vivendo uma crise criativa que o impede de trabalhar e angustiado com a gestação complicada de Lexie, ele não poderia imaginar que o pior – e o melhor – ainda está por vir. ‘À primeira vista’ captura toda a incerteza, a tensão e a angustia da vida desse jovem casal, mas também retrata o romantismo, o companheirismo, a descoberta, o amadurecimento que só o verdadeiro amor pode proporcionar.”

004

Segredo de uma promessa (Danielle Steel)

“Esta é a história de um grande amor que une dois jovens, Michael Hillyard, o único herdeiro de uma das maiores firmas de arquitetura dos Estados Unidos, e Nancy McAllister, filha de uma família pobre e que foi criada num orfanato. Perdidamente apaixonados o seu maior desejo é casarem um com o outro. No entanto, a mãe de Michael, mulher determinada que dirige com mão de ferro o império deixado pelo falecido marido, opõe-se terminantemente a essa união por considerar que o filho deve casar com uma jovem do seu nível. Determinado a lutar pelo seu amor e desafiando a vontade de sua mãe, Michael marca o casamento. Mas na noite da cerimônia, em vez de conseguirem vencer todos os obstáculos e concretizarem o seu sonho, algo inesperado acontece. Separados seguiram rumos bem distintos, em mundos bem diferentes e tornaram-se outras pessoas, mas o passado continua, apesar de tudo, bem presente.”

Categories: Datas Comemorativas, Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Pequenas Porções de Leitura

049 Pequenas Porções de Leitura 2017 18

Categories: Porções de leitura | Deixe um comentário

Dica de Autores – Clarice Lispector

clarice_lispector_1_1200x1200

Haia Pinkhasovna Lispector nasceu em 10 de dezembro de 1920, na Ucrânia. Dois anos depois, sua família veio para o Brasil, instalando-se em Maceió, e posteriormente, no Recife. Por iniciativa do pai, todos da família mudaram de nome, e Haia passou a chamar-se Clarice Lispector. Aprendeu a ler e a escrever cedo, e estudou Inglês e Francês. Quando tinha apenas nove anos, sua mãe faleceu.

No ano de 1937, a família mudou-se para o Rio de Janeiro. Clarice era frequentadora assídua da biblioteca do colégio onde estudava. Seu primeiro conto, “Triunfo” foi pulicado quando ela tinha 19 anos, no semanário Pam. Em 1943, ela se formou em Direito, casou, e publicou o romance “Perto do coração selvagem” – que no ano seguinte recebeu o prêmio Graça Aranha.

Clarice acompanhou seu marido em viagens a trabalho, por vários países. Na Suíça nasceu o primeiro filho do casal, Pedro, em 1949. O segundo, Paulo, nasceu em 1953, nos Estados Unidos. Ela separou-se do marido e retornou ao Brasil em 1959, acompanhada dos filhos. Clarice começou a trabalhar como colunista para jornais. Em 1960 lançou o livro de contos “Laços de Família”.

A autora dormiu com um cigarro aceso em 1966, e sofreu queimaduras no corpo. Passou por cirurgias e viveu isolada, sem parar de escrever. Integrou o Conselho Consultivo do Instituto Nacional do Livro e recebeu o prêmio do 10º Concurso Literário Nacional, de Brasília, pelo conjunto da obra. Clarice Lispector morreu em 09 de dezembro de 1977, no Rio de Janeiro.

Seus textos trazem a temática existencial e psicológica, explorando o interior dos personagens, especialmente as femininas. A Biblioteca Católica SC tem, em seu acervo, vários livros da Clarice Lispector. Boa leitura!

livros clarice

Categories: Literatura, Recomendação | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: